Maiores acidentes aéreos do Brasil

Os acidentes aéreos mais mortais no Brasil
(até janeiro de 2017)


228 vítimas fatais
Uma foto do Airbus  A330 envolvido no acidente

1 de junho 2009 - Um Airbus A330, cumprindo o voo Air France 447, com 228 pessoas a bordo sumiu dos radares no Atlântico próximo ao Brasil. Apenas 51 corpos foram encontrados e identificados. O voo saiu do aeroporto do Galeão no Rio de Janeiro rumo a Paris. Novos destroços do Avião e corpos foram descobertos a quase 4 km de profundidade em abril de 2011.

199 vítimas fatais

Memorial do acidente TAM 3054, Aeroprto de Congonhas 

17 de julho - Um 
Airbus A320 operado pela TAM, voo TAM 3054, com 187 pessoas a bordo, derrapa e sai da pista recém-reaberta do Aeroporto de Congonhas após pousar, em seguida sai do aeroporto e atravessa a avenida Washington Luís, colide com um prédio da TAM Express e explode em seguida. Morreram, além das pessoas no avião, 11 pessoas que estavam no prédio da TAM Express e 1 taxista que estava abastecendo seu carro no posto de gasolina ao lado que explodiu, resultando em 199 vítimas fatais. É o segundo maior acidente aéreo do Brasil em número de vítimas.

154 vítimas fatais

Animação da colisão Boing GOL 1907 e Embraer Legacy 600

29 de setembro de 2006 - o maior acidente aéreo do País até então mata as 154 pessoas que estavam a bordo do voo 1907 da Gol, depois de uma colisão com um jato executivo Embraer Legacy 600.

137 vítimas fatais

Boeing 727 da VASP, similar ao envolvido no acidente

8 de junho de 1982 - um Boeing 727 da Vasp bate em uma colina, pouco antes da aterrissagem em Fortaleza, no Ceará, e deixa 137 mortos. Na época, foi o maior desastre aéreo da aviação nacional.

99 vítimas fatais
Aeronave PT-MRK em uma foto tirada meses antes do acidente

31 de outubro de 1996 - Fokker 100 da TAM cai em uma área residencial perto do Aeroporto de Congonhas e deixa 99 mortos, o motivo, falha no reversor (sistema de freio que só é acionado na hora do pouso).

61 vítimas fatais
Reparem que os jornais da época relatavam 67 mortos

25 de fevereiro - Um DC-3 da Real Transportes Aéreos, que fazia o Voo 751 entre Vitória e o Rio de Janeiro (fazendo escala em Campos) chegando ao Rio de Janeiro com 26 pessoas a bordo chocou-se em voo contra um DC-6 da US Navy, quando sobrevoavam o aeroporto Santos Dumont. O DC-6 era proveniente de Buenos Aires, trazia a bordo 38 pessoas, entre elas 19 músicos que se apresentariam para o Presidente Eisenhower em visita ao Brasil. Ambas as aeronaves caíram na Baía de Guanabara, 3 pessoas sobreviveram.

54 vítimas fatais
Boeing 727 da Transbrasil, similar ao avião destruído

13 de abril de 1980 - um Boeing 727 da companhia Transbrasil bate no Morro da Virgínia (32 quilômetros do Aeroporto de Florianópolis) durante a aproximação para o pouso no Aeroporto Hercilio Luz em Santa Catarina, e mata 54 pessoas.

54 vítimas fatais
Convair 340 da KLM similar ao avião destruído

24 de junho de 1960 - O Voo 435 da REAL Transportes Aéreos decolou do Aeroporto da Pampulha em Belo Horizonte com destino ao Aeroporto Santos Dummont, no Rio de Janeiro, e transportava 5 tripulantes e 49 passageiros.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...